Acesse o menu principal

Histórias de Criadores e Artistas

A YouTuber Tais Targa compartilha os segredos para conseguir o emprego dos sonhos

  • Por Equipe do YouTube
  • 26.Ago.2021
A YouTuber Tais Targa compartilha os segredos para conseguir o emprego dos sonhos
Estrategista de carreira, ela dá dicas e ensina como se preparar para um processo seletivo

Você passou muito tempo desenvolvendo habilidades e ganhando experiência profissional, mas como transformar esses talentos em um emprego? Nos unimos à Tais Targa, YouTuber e especialista em recolocação profissional e carreira, para compilar um guia e uma playlist de vídeos para ajudar você a conseguir sua próxima oportunidade profissional. 


Tais Targa é psicóloga, mestre em educação e  especialista em Recolocação e Carreira (Job Hunter). Autora do livro “Você de Emprego Novo”, foi reconhecida como uma das 15 brasileiras que mais influenciaram o LinkedIn em 2016 - LinkedIn Top Voices. Atualmente, Tais atua como palestrante, professora de MBA da "FIA" e diretora da TTarga Carreira e Recolocação. Além disso, foi eleita como Coach do ano 2018 pelo grupo Record. Aqui, ela responde algumas das perguntas mais importantes sobre carreira e mercado de trabalho.


Qual é o primeiro passo que alguém deve dar para entender sua trajetória profissional e traçar um plano de carreira?

O primeiro passo é investir em autoconhecimento. Se você se percebe, consegue realizar escolhas mais assertivas e tem o poder da clareza, que muitas vezes traz o discernimento necessário para avaliar oportunidades e capacidade de dizer não para aquilo que não está congruente com os seus objetivos e valores pessoais. É importante também que você descubra de que forma aprende melhor (leitura, áudios, vídeos, grupos e etc). Assim, você direciona sua energia e investe seu tempo de maneira melhor.

É muito importante fazer a lição de casa antes de ir para uma entrevista. “Dar um Google” na empresa, descobrir o que ela faz ou produz, visitar até sites de reclamações.”

Há algum passo ou técnica que as pessoas não costumam utilizar, mas que faz a diferença num processo seletivo? Por exemplo: ler as últimas notícias da empresa, ver o currículo do entrevistador, etc.

É muito importante fazer a lição de casa antes de ir para uma entrevista. “Dar um Google” na empresa, descobrir o que ela faz ou produz, visitar até sites de reclamações para entender quais os principais desafios da mesma e procurar referências para saber o que é valorizado dentro da cultura daquela organização. Caso você tenha acesso, pode também pesquisar sobre o recrutador e, assim, achar pontos em comum. Lembro-me de um cliente em recolocação que atendi. Ele pesquisou e descobriu que o entrevistador fazia muitas viagens de lazer e, a partir daí, mostrou que um dos seus hobbies era viajar e conhecer lugares novos. Foi um ponto de conexão importante.

Outra ação que os candidatos subestimam é o “trabalhe conosco” de cada empresa. Muita gente passa batido e deixa de realizar o cadastro nesses bancos. Entretanto, os Headhunters afirmam que é o primeiro lugar onde consultam perfis.  O fato de o profissional ter se cadastrado no site da empresa já demonstra seu interesse. 

Importante também é investir no seu estado mental antes de uma entrevista de emprego. Preparação técnica é fundamental, mas são suas emoções que vão potencializar tudo que estudou para performar bem na entrevista. Então, procure respirar calmamente, evite contato com pessoas negativas antes da reunião, cuide da qualidade dos seus pensamentos e use âncoras que elevem o seu estado emocional (como uma música que lhe remeta sentimentos positivos, olhar a foto de alguém que você ama, ver algo na internet que te deixe alegre).

Lembre-se de customizar o currículo de acordo com o perfil da oportunidade em questão.”

O que um candidato pode fazer para se destacar ao se candidatar online para vagas de empregos?

O primeiro passo na busca por um novo trabalho é ter um bom currículo. Deixe claro qual é seu objetivo profissional, revise o português, faça uma boa formatação e lembre-se de descrever as atividades realizadas e também os resultados obtidos abaixo de cada cargo. 

Use e abuse das redes sociais. Tenha um perfil ativo no LinkedIn e insira bastante texto nas descrições da plataforma. Capriche na foto de perfil, as contas que possuem foto são muito mais acessadas pelos recrutadores.Importante pesquisar vagas diariamente na internet e uma das estratégias para destacar o seu perfil nas plataformas de vagas é mantê-lo atualizado. Então, é sempre importante fazer uma edição no seu cadastro.

Quando se candidatar, lembre-se de customizar o currículo de acordo com o perfil da oportunidade em questão e, se for enviá-lo por e-mail, lembre-se de fazer uma breve apresentação. Caso seja possível, também é uma possibilidade acessar o recrutador por meio do LinkedIn e verificar se vocês têm conexões em comum. Se a resposta for sim, peça para o seu contato fazer a indicação do seu perfil.

Quais são as coisas mais importantes a fazer para se preparar para uma entrevista virtual?

O sucesso da entrevista depende de conhecimento, prática e repetição. Por isso é importante treinar antes. Na minha consultoria de recolocação, nós fazemos uma entrevista de emprego simulada, na qual entrevistamos o profissional e, depois, fornecemos um feedback com opções e orientações para melhoria de performance. Em geral, as dicas são as seguintes:

Fale olhando para a câmera. Se eu pudesse te dar uma única dica seria esta. Aprenda a falar olhando para webcam, nem para cima e nem para baixo. Se possível coloque a câmera na altura dos seus olhos, assim você vai gerar mais conexão. 

Cuide do fundo que aparecerá atrás de você, prefira ambientes mais neutros e com tons amenos, de preferência com poucos objetos. Evite locais aglomerados ou que estejam desorganizados, você não vai querer passar a impressão de que é uma pessoa desleixada, né? Já entrevistei uma pessoa que estava na frente de uma cômoda com gavetas fechadas, mas que exibia algumas roupas e tecidos saindo para fora do móvel. Isto desviou minha atenção, pois meu cérebro queria entender o que eram os pedaços de pano soltos naquele ambiente.

Não dê respostas monossilábicas ao explicar suas habilidades e talentos. Por exemplo: se o entrevistador perguntar seu domínio de Excel, mencione sobre o último curso que fez e que recursos sabe utilizar no programa. Algumas pessoas travam diante da câmera, esforce-se para ser o mais natural possível.

De preferência, esteja em um lugar calmo e livre de plateia e barulho. Busque também um local arejado e com um bom sinal de internet.

Teste todos os equipamentos. Se possível, treine a entrevista com um colega antes, nada mais desagradável que sua webcam não funcionar bem na hora da entrevista.

Capriche na apresentação pessoal, vista-se de acordo para criar um ambiente mais formal e projetar uma auto imagem profissional. Emergências acontecem, telefone toca, alguém pode interromper você e, ao levantar, o recrutador vai prestar atenção em todo o seu corpo e apresentação pessoal. Então não vale colocar uma camisa social e bermuda na parte de baixo.

Mantenha a naturalidade e sorria. Tente transmitir uma postura otimista e mostre-se entusiasmado quando for falar de si. Oriento meus clientes a já começarem a transmissão de imagem sorrindo. Assim, já gera mais empatia antes mesmo de começar a falar. Então, olhe agora para sua webcam e vai treinando o sorrisão!

E se o recrutador não habilitar a câmera dele, o que fazer? Esforce-se para continuar com a mesma energia e não deixe de expressar simpatia. Imagine que ele está sorrindo para você e dê o seu melhor.

Tenha seu currículo e outras anotações à mão. É interessante anotar as perguntas e deixar para realizá-las em momento oportuno, geralmente ao final da entrevista. Evite misturar os papéis, pois, quando folheados rapidamente, podem fazer bastante barulho.

Faça uma linha do tempo sobre suas biografias profissionais e coloque os principais marcos das suas carreiras: desafios, projetos importantes, bons resultados, promoções, viagens internacionais.

Tudo cronologicamente e, se possível, insira algumas histórias para ilustrar certos marcos.

Depois, treine e, se possível, grave. 

É importante ter valores congruentes aos da empresa e mostrar que seus anseios e objetivos acompanham as expectativas do empregador.”

O que os gerentes de contratação procuram durante a entrevista?

Uma das características que os recrutadores buscam na entrevista de emprego é a alta energia e brilho nos olhos dos candidatos. Profissionais que entregam acima da média e se destacam pela sua capacidade de aprendizagem e facilidade de comunicação e relacionamento interpessoal. É importante também ter valores congruentes aos da empresa em questão e mostrar que seus anseios e objetivos acompanham as expectativas do empregador. Exemplo disto é enfatizar que deseja seguir carreira naquela empresa e tem interesse em continuar na área em que atua. 


Candidatar-se a empregos pode ser frustrante. Como um candidato pode permanecer motivado?

O profissional em recolocação precisa investir tempo na sua saúde mental. Procurar emprego dá trabalho e é preciso energia extra para lidar com os altos e baixos dessa busca que, às vezes, é agoniante. 

Tenha uma rotina bem estabelecida e não se culpe. Praticamente todos os profissionais de sucesso já passaram por  uma demissão e isso não é o fator que vai definir se você é ou não um bom profissional. 

Encare este momento com uma grande provação, não se culpe e olhe para o seu histórico profissional, não esqueça das suas realizações e do quanto já colaborou positivamente quando estava empregado.

Aproveite o momento para se reinventar e fazer novos cursos (a internet oferece muito conteúdo gratuito). Leia um livro por semana, aprenda novas ferramentas tecnológicas e veja quais competências pode desenvolver. Às vezes, um momento de pausa na carreira pode ser um divisor de águas para o desenvolvimento de suas competências profissionais.

Cuide da sua saúde. Use o tempo livre para caminhar ao ar livre, praticar um esporte, cuidar da alimentação, aumentar a ingestão de água e respirar mais pausadamente.

Invista na qualidade dos seus pensamentos. Tente varrer os pensamentos negativos e derrotistas. Pratique gratidão nestes momentos. 

Pare de comparar o seu bastidor com o palco nos outros. Se for pra comparar, que seja com você mesmo. Tente dar o seu melhor para ser um profissional mais competente do que era um ano atrás. Invista a sua energia e o tempo livre no seu próprio desenvolvimento, comprometa-se agora a ser um ser humano melhor. Use o tempo livre para isso.


Construir a ponte entre a busca de emprego e as oportunidades leva tempo e esforço. O YouTube está aqui para te apoiar nessa busca 24 horas por dia e 7 dias por semana, então explore as possibilidades e vá em frente! 

Esta foi a segunda parte (confira a primeira aqui) de nossa série de três posts sobre desenvolvimento de habilidades para o mercado de trabalho com a ajuda de criadores do  YouTube. Fique atento para não perder a postagem final, que vem em breve!

Confira alguns vídeos sobre desenvolvimento de carreira