Ir para o Conteúdo Principal

Notícias e Eventos

YouTube faz doação de R$ 2,5 milhões para projetos de apoio à educação e informação do UNICEF

  • De Equipe do YouTube
  • 21.Set.2021
Com o apoio da plataforma, as iniciativas Busca Ativa Escolar e Kits de Conectividade vão impactar mais de 30 mil crianças e adolescentes da periferia de grandes centros urbanos, territórios indígenas e comunidades Quilombolas

O YouTube anuncia hoje a doação de R$ 2,5 milhões para projetos de apoio à educação e informação do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância). As iniciativas Busca Ativa Escolar e Kits de Conectividade tem como objetivo, respectivamente, apoiar municípios e estados no enfrentamento da exclusão escolar e de assegurar que os impactos da pandemia na vida de crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade social sejam reduzidos. A projeção é de que as ações impactem ao menos 30 mil crianças e adolescentes da Amazônia, Semiárido, periferia de grandes centros urbanos, territórios indígenas e comunidades Quilombolas.


A doação está alinhada aos objetivos globais do YouTube de apoio à educação de crianças e adolescentes. Segundo dados do UNICEF,  com  as escolas fechadas devido a pandemia, em novembro de 2020, quase 1,5 milhão de crianças e adolescentes em idade escolar não frequentavam a escola (remota ou presencialmente). A eles se somam outros 3,7 milhões que estavam matriculados, mas não tiveram acesso a atividades escolares e não conseguiram se manter aprendendo em casa. No total, 5,1 milhões tiveram seu direito à educação negado, ainda de acordo com a entidade.

92% dos professores brasileiros que utilizam o YouTube afirmam usar o conteúdo da plataforma em suas aulas, de acordo com um estudo recente da Oxford Economics.”

Clarissa Orberg Gerente de parcerias para conteúdos de educação e família do YouTube Brasil

Para Clarissa Orberg, gerente de parcerias para conteúdos de educação e família do YouTube Brasil, "É fundamental  que jovens e adolescentes tenham condições de acesso à informação e à conectividade, já que a internet é, hoje, uma importante ferramenta de educação. O YouTube, por exemplo, é um espaço ao qual os alunos recorrem quando querem aprender algo e uma importante ferramenta de apoio a educadores: 92% dos professores brasileiros que utilizam o YouTube afirmam usar o conteúdo da plataforma em suas aulas, de acordo com um estudo recente da Oxford Economics. Estamos muito felizes em poder apoiar estes projetos do UNICEF, especialmente em um período tão desafiador”. 


Busca Ativa Escolar 

A Busca Ativa Escolar consiste em uma metodologia social e uma plataforma tecnológica gratuitas, que apoiam municípios e estados no enfrentamento da exclusão escolar. Por meio da iniciativa, o UNICEF ajuda os municípios e os estados a identificarem, registrarem e acompanharem crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de abandono escolar. Adicionalmente, estes têm acesso a dados concretos que os possibilitam planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para a garantia de direitos de meninas e meninos, em especial o direito à educação. 


O projeto reúne representantes de diferentes áreas – Educação, Saúde, Assistência Social, Planejamento etc, fortalecendo, dessa forma, a rede de proteção. Cada secretaria e profissional tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola ou em risco de abandono, até a tomada das providências necessárias para seu atendimento nos diversos serviços públicos, matrículas e permanência na escola. 


Com a parceria com o YouTube, o UNICEF espera capacitar mais de 3 mil profissionais para o uso da plataforma e metodologia e, assim, matricular e acompanhar mais de 30 mil crianças ​​nas regiões do Semiárido e da Amazônia Legal brasileira. 


Kits de Conectividade 

Os Kits de Conectividade apoiam famílias, por meio da viabilização de internet e do fornecimento de itens escolares, com o objetivo de assegurar que os impactos da pandemia na vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social sejam reduzidos. 


Os kits são customizados para garantir acesso a internet, e contam também com caderno, publicações sobre competências para a vida e inserção no mercado de trabalho e álcool em gel. O UNICEF estima que mais de 200 adolescentes serão impactados.


A principal meta dessa ação é garantir que esses núcleos familiares tenham seus direitos de conectividade garantidos, tais como: acesso a conteúdos educativos online, apoio psicossocial virtual, envolvimento em iniciativas de participação social e o acesso a benefícios e programas de apoio às famílias como transferência de renda, alimentação e insumos de prevenção da COVID-19.