Ir para o Conteúdo Principal
Criador de conteúdo em destaque: Beleaf in Fatherhood

Histórias de Criadores e Artistas

Criador de conteúdo em destaque: Beleaf in Fatherhood

  • De Matt Koval
  • @YouTubeLiaison
  • 05.Ago.2020
Criador de conteúdo em destaque: Beleaf in Fatherhood
"Não ser pai não significa que você não seja uma figura paterna." —Beleaf

 Como resposta à morte de George Floyd, o criador de conteúdo Glen Henry, também conhecido como Beleaf, definiu três ângulos de câmera e gravou a conversa que teve com os dois filhos pequenos sobre a realidade de ser negro. Esse conteúdo é genuíno, honesto e difícil de assistir, porque em meio a grandes pausas silenciosas os meninos parecem começar a entender o que os pais estão contando. 


Queremos que vocês sejam cautelosos com pessoas que não conhecem. E isso inclui a polícia.”

O vídeo é impactante, além de ser um bom exemplo do conteúdo apresentado no canal de vlogs da família, Beleaf in Fatherhood (272.000 inscritos e 29 milhões de visualizações quando este texto foi escrito).

 

É claro, o formato do vlog familiar é quase tão antigo quanto o YouTube, com pais e mães mostrando os altos e baixos no dia a dia da criação dos filhos. Esses vídeos costumam ser bem parecidos. Normalmente, eles são gravados com smartphones ou câmeras compactas, as ferramentas mais fáceis para registrar os momentos enquanto o criador de conteúdo cuida das tarefas de pai e mãe. A edição é direta, sem aspectos avançados. Não há tempo para isso. No entanto, Beleaf in Fatherhood é extremamente diferente por estas três razões:

 

1. Produção

A primeira coisa que você verá é a qualidade da produção. O criador de conteúdo Glen Henry, também conhecido como Beleaf, é um ex-DJ e rapper que faz vídeos gravados de maneira parecida com um documentário profissional. O conteúdo geralmente inclui vários ângulos de câmera, gravações de passagem de tempo e entrevistas com iluminação profissional. A edição conta com títulos personalizados e um mix de sons muito bem pensado. Para elevar ainda mais o nível do conteúdo, Beleaf produz as próprias músicas para o canal. Antes que você comece a pensar que ele não dorme, Glen deixa clara a importância de ter uma equipe no processo criativo dele. George, amigo de Beleaf, opera a câmera, James é o produtor principal, e outras pessoas ajudam com a parte musical.

 

2. Combate aos estereótipos

 

Outro diferencial do vlog da família é que, enquanto outros canais mostram o ponto de vista da mãe, Beleaf compartilha a vida de um pai que fica em casa. Que, por acaso, é negro. De acordo com Glen, uma das metas iniciais que ele tinha era combater o estereótipo, muitas vezes reforçado pela TV e mídia, de que pais negros não são presentes. O objetivo dele é ser um exemplo positivo para ajudar a inspirar e educar mães e pais como ele. 


Não é apenas cabelo. Estas são as voltas do nosso relacionamento entrelaçadas com zelo. …Estou orgulhoso de você. Espero que entenda. Tomar decisões como essa é o que transforma meninos em homens.”

3. Honestidade

A terceira diferença em comparação com um vlog padrão de família é o nível de honestidade e conteúdo por trás dos vídeos, que vai além de apenas gravar as situações do dia a dia. Nós conseguimos ouvir os monólogos internos e genuínos de um pai. Em um vídeo emocionante, Beleaf compartilha os sentimentos conflitantes que tem enquanto corta os dreadlocks do filho, que estavam crescendo há anos. O criador faz esse desabafo em forma de poema com uma música que ele mesmo criou tocando ao fundo. 

 

"Não é apenas cabelo. Estas são as voltas do nosso relacionamento entrelaçadas com zelo. …Estou orgulhoso de você. Espero que entenda. Tomar decisões como essa é o que transforma meninos em homens."

 

A música usada no vídeo está disponível para compra. Essa é uma das diversas formas de o canal gerar receita, o que também inclui publicidade, parcerias com marcas e o Patreon.

 

Vários temas sérios são abordados nesse canal. No entanto, isso não quer dizer que a família não se diverte. No vídeo We Have Virus Bugs Prank, Beleaf prega uma peça hilária (e segura) nos filhos com um grande "inseto vírus" falso. Em outro, o criador apenas deixa a câmera gravando enquanto as crianças exploram os limites do Google Home. 

 

O canal Beleaf in Fatherhood foi criado em 2015 e, hoje em dia, tem uma média de 40 mil visualizações por vídeo nos envios semanais. Beleaf participou do projeto Creators for Change em 2018 e recentemente fez parte de DADS, um documentário de Bryce Dallas Howard que foi lançado ano passado no Dia dos Pais.